15 de jun de 2012

Brincadeiras ao longo da História


   Hoje li um texto sobre as brincadeiras ao longo da História: Confira a evolução dos jogos e brincadeiras ao longo da história, da revista Aventuras na História,. O texto discute a evolução dos brinquedos e das brincadeiras ao longo do tempo. 

 De vestígios de um bumerangue primitivo encontrado no Egito (datação provável de 1800 a.C), passando por algumas brincadeiras como jogar bola, brincar de boneca, amarelinha, bolinha de sabão que foram remodeladas ao longo do tempo, até brinquedos tecnológicos como o videogame.  A evolução da tecnologia evidentemente foi transferida para a construção dos brinquedos, que com o advento da Revolução Industrial passaram a ser produzidos em larga escala. A leitura me trouxe uma série de indagações.

Os brinquedos na era industrial
   Com a industrialização perdemos o hábito de produzir os brinquedos de nossos filhos. Produzir instrumentos e objetos tornou-se uma prática inviável, fica mais fácil trocar dinheiro pela mercadoria,  brinquedo reduzido a condição de mercadoria. Mercadoria lucrativa!
    Nas últimas décadas houve uma grande diversificação no mercado de brinquedos infantis, quando criança a única marca que me vem a memória era a Estrela (será que ainda atua no mercado?)
Relembrar é viver, antigo logo da marca  Estrela.


   Hoje as crianças tem poder de compra.  Quando assisto desenho animado com minha filha num desses canais especializados no público infantil somos bombardeado com várias propagandas, de bonecas à máquina de lavar roupa de brinquedo.

O videogame
   Outra discussão que gera uma grande polêmica é quanto ao uso do videogame. Vários jogos possuem enorme potencial pedagógico, já que para jogá-los é necessário estabelecer estratégias,  além de favorecer a coordenação motora, o raciocínio lógico..., todavia o excesso atrapalha os estudos e principalmente a sociabilização dos jovens. 
   A individualização das brincadeiras foi percebida de forma crítica e artística por Bruce Van Patter, que atualizou a obra "Jogos Infantis", do pintor flamengo Pieter Brueghel (século XVI), clique na imagem e confira.
   Para as crianças, os jogos e brincadeiras são parte essencial na descoberta do mundo, de suas capacidades e limitações. Brincando se aprende a movimentar, a se comunicar, a memorizar, a representar, para ficar em algumas habilidades, mas antes de tudo a respeitar e entender as regras e o sentido do convívio em grupo.

Escrito por: Rafael Forte Martil, dia 14/06/2012.

 O texto citado pode ser encontrado no link: http://guiadoestudante.abril.com.br/estudar/historia/confira-evolucao-jogos-brincadeiras-ao-longo-historia-685922.shtml (acessado no dia 14/06/2012)

Uma sugestão sobre a infância seria: http://passadosetempos.blogspot.com.br/2012/04/invencao-da-infancia.html







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...