21 de abr de 2012

O HOMEM E A TECNOLOGIA,

  Rafael Forte Martil.  Escrito originalmente para a disciplina "Ciências Humanas", 2010 -  UFSCAR-EAD.  
    O entendimento do que é o tempo e o espaço sofreu transformações ao longo da história dos homens na Terra. As distâncias foram encurtadas com o advento dos meios de transporte já na Antiguidade, com o desenvolvimento de embarcações e mesmo de carroças, sem considerar a evolução na Modernidade proporcionada pelo motor a vapor, que rapidamente foi substituído pelo de combustão interna, no solo, nos rios e nos mares. No Espaço, o dirigível, cedeu espaço ao avião, que dividiu espaço com as Espaçonaves abrindo espaço para um leque de novas possibilidades.
Outras tecnologias revolucionaram a forma de se comunicar, como o telégrafo, o telefone, o cinema, o rádio, a televisão, os computadores e o celular que facilitaram e encurtaram as distâncias que separavam as pessoas e suas culturas. Por exemplo, em um clique posso conhecer um pouco da música japonesa.
Uma infinidade de instrumentos tecnológicos marcaram a evolução humana e todas as mudanças no meio decorrente dessa (R)evolução. Por algum motivo, o cérebro e o corpo humano se diferenciaram dos demais animais e com isso passou a modificar o planeta de uma forma inimaginável para os outros animais a ponto de ameaçar a vida na terra, caso as mudanças não sejam minimizadas.
Guerras em escala global foram uma conseqüência desse desequilíbrio entre desenvolvimento tecnológico e relações humanas pautadas no imperialismo.
Séculos atrás, podemos apontar as Grandes Navegações, que iniciaram a primeira etapa da Globalização. O desenvolvimento das naus e caravela, aliada a de outros instrumentos tecnológicos de localização, como a bússola e o astrolábio em fusão com a vontade de descobrir novas rotas comerciais possibilitou que nosso continente fosse “descoberto”, iniciando assim uma nova etapa da História, amplamente favorável aos europeus e a seus interesses.
Através dessa “descoberta” e da necessidade de extração de riquezas com intensificação dos lucros começou a gloriosa “História do Brasil”. Os nativos foram “remanejados” de suas terras, alguns europeus se instalaram e sentiram a necessidade de buscar outros povos para em conjunto iniciarem uma nova etapa da História, assim utilizaram-se de uma inovação tecnológica: as embarcações, para transportarem guerreiros africanos para em parceria construírem nossa nação. Os três povos trabalharam em diversas atividades dignas, como a extração de madeira de lei: o pau-brasil; além das grandes lavouras de cana-de-açúcar, que tornava a vida mais doce, na colônia e em outras terras. A mineração adornava a nobreza, tornando-os ainda mais imponentes e aristocráticos; por sua vez o café estimulava as pessoas, tornando-as aptas ao trabalho. Num determinado momento de nossa história, com uma pequena ajuda dos ingleses, consideraram que os negros já tinha feito sua parte. Os senhores buscaram outros povos para a digna tarefa de continuar construindo o Brasil. Nessa época chegaram outros europeus, como os Espanhóis e os Italianos, além de orientais, como os japoneses.
Algumas décadas adiante, outros europeus deixaram seu território em busca de uma vida melhor no Brasil, parece que minha família teria sido impulsionada por avanços tecnológicos, como o canhão e o fuzil que marcaram a História do Século XX. Chegando ao território americano iniciaram o sonho de trabalhar em grandes plantações. As mulheres em especial, ajudavam seus maridos na lida das lavouras, além do honroso trabalho doméstico que inclui cuidar da casa, do esposo e dos filhos o que geralmente ocupava boa parte do dia e da noite.
Pesquisadores afirmam que há uma divisão do trabalho no Mundo, nesse sentido alguns países investem em pensar e desenvolver as tecnologias que modificam o meio rapidamente e outros são designados para atividades como extrair recursos do planeta como madeiras, metais, além de plantar produtos que agradam pessoas de todo o planeta, como o açúcar e o café.
Essa divisão foi transformada pelo tempo. O Brasil, por exemplo, modernizou boa parte de sua agricultura utilizando máquinas para extrair a cana de açúcar que é transformada em bicombustível para facilitar a vida das pessoas que utilizam meios de transporte, em especial o automóvel.
A informática revolucionou a vida de muitas pessoas. Hoje é possível estudar utilizando computadores interligados através da internet. Isso faz com que pessoas se comuniquem e construam conhecimentos sem a necessidade de estarem numa sala, modificando o tempo e o espaço. O aproveitamento do tempo e do dinheiro é inquestionável, não há necessidade da impressão de textos, nem de locomoção até um local comum. As noites, feriado, fins de semana, além das madrugadas também podem ser utilizadas, desde que os alunos estejam acordados e ao lado de um computador interligado a rede.
A sociedade transformou-se no tempo, rompeu fronteiras, transformou o meio e o ritmo de vida das pessoas. O caos teria dado lugar à ordem, a ignorância ao conhecimento e a informação. Enfim, a vida inquestionável vem melhorando no decorrer do tempo, nos mais diversos lugares do planeta?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...