30 de abr de 2012

Gênios do Renascimento

Leonardo da Vinci, o gênio 

(aula disponível em power point no final da postagem)

   Leonardo da Vinci,  considerado um gênio universal, devido a sua formação ampla e imaginação criativa, não era apenas um artista na concepção clássica, além de pintor e escultor estudou Música, Filosofia, Arquitetura, Matemática, Anatomia, dentre outras, o que repercutiu em uma intensa produção e contribuição nessas áreas. Veja a seguir alguns exemplos:



Leonardo, o artista:

Monalisa uma das obras mais famosas de Leonardo da Vinci alimenta a imaginação de escritores, cineastas e até médicos, além de ter sido
 inspiração para diversos artistas que recriaram o personagem
em outras obras de arte, veja abaixo no item
Recriações de Monalisa.

A última ceia, pintura de da Vinci, também alimenta a imaginação de artistas, cineastas e escritores. O escritor Dan Brown em seu livro o "Código
 da Vinci", parte da obra do renascentista para discutir simbologias
 e supostos segredos que acompanhariam a história nos
 últimos  dois mil anos.

Leonardo, o inventor

   Muito antes da existência da bicicleta, do helicóptero e do avião, da Vinci já havia criado protótipos muito próximos dos modelos atuais, veja algumas imagens, elas fala por si próprias:





Leonardo, o arquiteto

   Além de invenções que favoreceram melhorias na vida das pessoas, Leonardo construiu algumas máquinas de guerra, para saber mais clique aqui.



Leonardo, o anatomista

   Para chegar a perfeição na representação (realismo) em suas pinturas Leonardo estudou a anatomia humana e de animais.

Montagem com alguns estudos de Anatomia de Leonardo da Vinci.

Leonardo contribuiu para os estudos de Anatomia,
 na medida em que "dissecava"  cadáveres e
seguia com  anotações detalhadas,
como ilustra a  imagem acima.


O Homem Vitruviano (acima) uma das criações mais lembradas de Leonardo, representa a perfeição de medidas, só possíveis com seus
 estudos de anatomia.

Recriações de Monalisa

   As obras de Leonardo da Vinci continuam no imaginário de diversos artistas plásticos, uma das características da arte é que ela pode ser recriada. Alguns exemplos de Monalisas:


William Shakespeare, o gênio da literatura

            Na Grã-Bretanha (Inglaterra) surgiu um grande gênio que influenciou toda a literatura ocidental, William Shakespeare. Criou personagens inesquecíveis como Romeu e Julieta, que representa o amor em sua forma mais sublime. Além de tratar de temas existenciais, que acompanham a vida moderna, quem nunca ouvi o dilema do príncipe Hamlet: ”Ser ou não ser, eis a questão”.




O dilema do príncipe Hamlet foi diversas vezes reconstituído no cinema e no teatro.

Principais obras do escritor (fonte: sua pesquisa).

Comédias: O Mercador de Veneza, Sonho de uma noite de verão, A Comédia dos Erros, Os dois fidalgos de Verona, Muito barulho por coisa nenhuma, Noite de reis, Medida por medida, Conto do Inverno, Cimbelino, Megera Domada e A Tempestade.

Tragédias: Tito Andrônico, Romeu e Julieta, Julio César, Macbeth, Antônio e Cleópatra, Coriolano, Timon de Atenas, O Rei Lear, Otelo e Hamlet.

Dramas Históricos: Henrique IV, Ricardo III, Henrique V, Henrique VIII.


Gênios do renascimento

View more PowerPoint from rafaforte

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...